8:33:00 PM

Era frio...

Postado por Meg |

Existem momentos em que a solidão é necessária... ela te faz se encontrar consigo e rever pensamentos, definir novas ações, escolher um outro rumo ou apenas continuar na mesma, sem se mexer, sem sair do lugar, fechar os olhos e ouvir a própria respiração.

Durante muito tempo, tive medo dela. Ela me engolia e me deixava triste. Eu me sentia mais só do que qualquer outra coisa no mundo. Mesmo quando tinha companhia, faltava alguma coisa. Eu tinha uma pequena esperança que o cenário mudaria. Mas durante muito tempo...meu quarto e minha cama estreita, meus diários e minhas agendas cheias de segredos compartilhavam comigo o medo da solidão e dos encontros diante do espelho.
Era frio...
Mas quando a gente abre o coração, os olhos e os braços, se permite um beijo, um abraço, tudo parece mais fácil. Surgem rimas, canções e poesias, surge dentro de nós um eu mais bonito, uma vontade louca de ver a luz.
Eu nunca esqueço da frase de Gonzaguinha que dizia "que é tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense estar”...o mestre disse em Caminhos do Coração...e eu internalizei e me agarrei para não afundar em meu próprio abismo recheado de egoismo e das tempestades juvenis.
Minhas noites mal dormidas foram perdidas, pois a resposta que tanto procurei estava ao meu lado, em minha frente e aqui dentro. Eu tinha tudo o de mais precioso, eu tinha Deus, família e amigos, tinha uma cachorra e um amor muito lindo que me conquistou desde o primeiro instante.
Aprendi que muitas coisas a gente passa por que quer passar, outras porque precisa passar, nada é mesmo por acaso. Meu melhor amigo me disse que Deus não nos dá uma cruz que não possamos carregar e isso é verdade. É a mais pura verdade. Todos nós temos uma. E temos ombros fortes.
A solidão é necessária. Como o amor também é. A dor é professora e a felicidade uma dádiva. Alegria a gente conquista, obstáculo a gente supera. Não se desespera... um dia vai passar. E a gente sempre pode contar com a gente mesmo e com um monte de gente que gosta da gente mesmo repetindo o substantivo. Digo, acho que você entendeu.
Mas antes de eu ir embora, isso tudo ou quase nada sou eu que estou dizendo agora. Busque a sua própria resposta, não precisa me dizer. Permita-se e seja o que mais deseja, seja simplesmente tudo aquilo e... se você quiser mesmo ser, seja feliz.
Por Meg!
Ainda estou lendo o livro, o comentário não demora a vir.
Beijos

24 Comentários:

Fred Schubert disse...

muito bom o texto, profundo demais...

Por Ricardo Cazarino disse...

Olá...ótimo texto. Vc disse tudo. Todas as respostas podem ser encontradas dentro de nós, para lados positivos ou negativos...
Até.

http://palavrassemfronteiras.blogspot.com/

Euzer Lopes disse...

O coração da gente está dentro da gente. É lá que se encontra a chave que vai abrir tanto as portas da alegria quanto a da tristeza. Depende da escolha que fizermos.
E a vida é feita de escolhas. Ainda que cada escolha implique uma renúncia.

young vapire luke lestat news disse...

perfeito seu texto.......
As respostas para nossas perguntas estão todas dentro de nos mesmos....

[]s L.Sakssida

Nay disse...

q gata é essa toda aí? linda!bjs, sua amiga q te adora nay

tsousa disse...

Amei Meg... Como todos os outros textos!!!
AS VEZES ACHO Que VOCÊ SABE O Que ESTOU SENTINDO QUaNDO COLOCA UM TEXTINHO.
LINDOOOOOOOO.

Aline Dias disse...

lembrei-me de um poema da Viviane Mosé.
ei-lo:

Prosa Patética

Nunca fui de ter inveja, mas de uns tempos pra cá tenho tido.

As mãos dadas dos amantes tem me tirado o sono.

Ontem, desejei com toda força ser a moça do supermercado.

Aquela que fala do namorado com tanta ternura.

Mesmo das brigas ando tendo inveja.

Meu vizinho gritando com a mulher, na casa cheia de crianças,

sempre querendo, querendo.

Me disseram que solidão é sina e é pra sempre.

Confesso que gosto do espaço que é ser sozinho.

Essa extensão, largura, páramo, planura, planície, região.

No entanto, a soma das horas acorda sempre a lembrança

do hálito quente do outro. A voz, o viço.

Hoje andei como louca, quis gritar com a solidão,

expulsar de mim essa Nossa senhora ciumenta.

Madona sedenta de versos. Mas tive medo.

Medo de que ao sair levasse a imensidão onde me deito.

Ausência de espelhos que dissolve a falta, a fraqueza, a preguiça.

E me faz vento, pedra, desembocadura, abotoadura e silêncio.

Tive medo de perder o estado de verso e vácuo,

onde tudo é grave e único. E me mantive quieta e muda.

E mais do que nunca tive inveja.

Invejei quem tem vida reta, quem não é poeta

nem pensa essas coisas. Quem simplesmente ama e é amado.

E lê jornal domingo. Come pudim de leite e doce de abóbora.

A mulher que engravida porque gosta de criança.

Pra mim tudo encerra a gravidade prolixa das palavras: madrugada, mãe, ônibus, olhos, desabrocham em camadas de sentido,

e ressoam como gongos ou sinos de igreja em meus ouvidos.

Escorro entre palavras, como quem navega um barco sem remo.

Um fluxo de líquidos. Um côncavo silêncio.

Clarice diz, que sua função é cuidar do mundo.

E eu, que não sou Clarice nem nada, fui mal forjada,

não tenho bons modos nem berço.

Que escrevo num tempo onde tudo já foi falado, cantado, escrito.

O que o silêncio pode me dizer que já não tenha sido dito?

Eu, cuja única função é lavar palavra suja,

nesse fim de século sem certeza?

Eu quero que a solidão me esqueça.

LoS FanFarOeS disse...

Adoro seus textos!!!
mtu bom!!!
parabens!!!

Jeff McFly disse...

O texto é bom, mas devido ao meu estado espirirual eu não apreciei muito.

Continua q vc vai longe!

Abraço!

Aline Dias disse...

Ah!

A vivane Mosé tem coisas ótimas.

http://www.rubedo.psc.br/Poesias/vivimose.htm

http://www.vivianemose.com.br/

olha depois.

A mulher é fantástica!

Sou tiete

slim shady disse...

Lindo texto,parabéns.

http://cinemaafinseumadosedewhiskey.blogspot.com/

Rachel disse...

Muito bom mesmo o seu blog!!!
Resumindo tudo: A solidão é uma merda!!!!!
rsrsrsrsrsrsrsrsrs

PS: dsculp a brincadeira.

bjos!!!

merlim disse...

muito bom coração...... gostei mesmo.

um polquinho d eluz na escuridão não faz mau para ninguem.......

abraço

Touro Bravo disse...

Olá, ótimo o texto, mt legal seu Blog e os posts...

bjus

http://tourobravo.blogspot.com/

Caiu na net disse...

lindo texto continue assim , abraços

http://foipararnanett.blogspot.com/

Marcus Vinicius disse...

poxa muito bom!
adorei o texto
um abraço
teu blog eh super

Zanfa disse...

Muito belo texto moça!

=D

Tiago Enes disse...

Oi

O Blog tá muito legal!
Bons posts!

Parabéns!

Abraço!


Se puder visite!!!

http://tiagoenes.blogspot.com/

Ícaro Vinícius disse...

Gostei do texto... Mas preferi ainda mais os posts anteriores... voltarei neste blog! Parabéns!


Abraços!


passa lá no meu...


http://osonhodeicaro.blogspot.com/

lisiê. disse...

por que é que todo mundo se sente tão sozinho ao mesmo tempo? nunca vi alguém dizer que nunca se sentiu sozinho. quando na verdade seria tão fácil nos juntarmos e acabar com a solidão, que às vezes machuca bastante! tá certo que a solidão faz parte do nosso crescimento, e, em certos pontos, ela é boa e até necessária. mas na maior parte do tempo dói, sabe?

Carlos Sena disse...

O que dizer?

Perfeito.

elaine disse...

...eu só queria te dizer obrigado por esse texto...obrigado por permitir que eu viesse até aqui para Lê-lo...

Johnny M. disse...

Viver é difícil. A única maneira de se aprender é fazendo, acertando ou errando, já que não nascemos com um manual de instruções pra nos guiar.

Jeniffer Santos disse...

belissimo txt Meg...
me fez refletir mts coisas!
beijos grande
e boa semana xD